Terça, 19 de Outubro de 2021
23°

Pancada de chuva

Canarana - MT

Solidariedade Nova Família

Cachorro abandonado cego ganha vida nova em um lar

Felizmente, Magoo, que àquela altura já era um cão idoso, foi resgatado pela ONG local Associação MaxMello de Amparo à Vida Animal

12/10/2021 às 15h39
Por: Portal Noticiário Fonte: Folha Max.com/ Tudo Bahia
Compartilhe:
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Num dia de muita chuva, sujo de lama, o cãozinho Magoo foi encontrado vagando pelas estradas de terra de Ibiúna, no interior de São Paulo, totalmente desorientado.

O cachorro da raça beagle foi usado em experimentos, ficando cego e abandonado à própria sorte quando já não era mais “útil” aos interesses de quem estava por trás das maldades que sofreu ao longo dos anos.

Felizmente, Magoo, que àquela altura já era um cão idoso, foi resgatado pela ONG local Associação MaxMello de Amparo à Vida Animal, que cuida e promove a adoção de animais vítimas de abandono e maus-tratos.

Ali começava uma nova vida para Magoo, adotado pela administradora de empresas Marisa Craveiros um tempo depois e que não pensou duas vezes em dar uma família e um lar amoroso para seu novo amigo de quatro patas.

“Normalmente, os filhotinhos são os que têm preferência. (…) Os idosos, jamais. A adoção é um ato de amor. Agora, adotar um animal idoso, é um ato de amor com caridade e compaixão”, diz Sandra Guilarducci, fundadora da ONG MaxMello, enaltecendo a iniciativa de Marisa de adotar um animal idoso e que não enxerga.

CuidaDoPet

A história do Magoo abre a primeira temporada do podcast CuidaDoPet, produzido pela PremieRpet®, sobre guarda responsável.

Ao todo, são oito episódios, cada um sobre a jornada de um pet. O comunicador Marc Tawil recebe tutores, voluntárias e profissionais que compartilham suas experiências de acolher, cuidar, amar e conviver com os animais de estimação.

“CuidaDoPet coloca em evidência histórias que merecem ser contadas para inspirar e derrubar pré-conceitos sobre os animais que tiveram um passado de abandono e maus tratos. Todos merecem e podem ter uma vida plena e feliz, independentemente de sua origem”, afirma Madalena Spinazzola, diretora de planejamento estratégico e marketing corporativo da PremieRpet®.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias