Terça, 19 de Outubro de 2021
21°

Pancada de chuva

Canarana - MT

Judiciário Sucessora

Leonardo Campos avalia Gisela como sucessora natural na OAB

Atual presidente afirma que Cardoso foi fundamental em mudanças implementadas na Ordem

12/10/2021 às 15h11
Por: Portal Noticiário Fonte: Folha Max.com
Compartilhe:
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Atual presidente da Ordem dos Advogados do Brasil - Seccional Mato Grosso (OAB-MT), o advogado Leonardo Campos afirmou que a pré-candidata à presidência Gisela Cardoso foi – e tem sido - fundamental para as conquistas e avanços de sua gestão nos últimos quatro anos.

A advogada atuou como adjunta na Secretaria Geral e agora ocupa o cargo de vice-presidente da Seccional. Campos destacou que, com o auxílio de Gisela, conseguiu aproximar a jovem advocacia, os advogados do interior do Estado e também os mais experientes para a gestão. Para ele, a colega é a sua sucessora natural.

"Hoje cobramos a segunda menor anuidade do país para a jovem advocacia e estamos entre as seis menores anuidades no geral. Conseguimos desenvolver trabalhos essenciais à sociedade e a advocacia mato-grossense com apoio da Gisela. Em defesa da mãe advogada, por exemplo, distribuímos mais de mil auxílios-maternidade", destacou o presidente.

"Tivemos ainda o desenvolvimento das atividades para a mulher advogada, que teve adesão de mais de 600 profissionais. E foram distribuídos mais de 1750 auxílios, como maternidade, funeral e extraordinários Covid-19. Assim, conseguimos aproximar a OAB-MT de todos, e isso só foi possível com apoio incondicional da Gisela”, completou.

CLIMATIZA JÁ - Outra demanda antiga dos profissionais de Direito era a climatização do Fórum da Capital. Com o movimento “Climatiza Já” foi possível mobilizar diversos profissionais por meio de um abaixo-assinado com mais de 4.200 nomes da advocacia, magistratura e sociedade em geral.

"Trabalhamos com o convencimento e conseguimos que o Poder Judiciário realizasse a climatização do Fórum da Capital", destacou.

CAPACITAÇÃO - Em meio a pandemia do novo coronavírus (Covid-19), ainda foram criados diversos programas e fomento à capacitação, além de mentoria aos advogados e advogadas de Mato Grosso.

Em números gerais, o atual presidente da Ordem também lembra que ao longo da gestão foram mais de 58 mil profissionais inscritos nos cursos da Escola Superior de Advocacia de Mato Grosso (ESA/MT), sendo mais de 650 atividades de ensino, capacitação jurídica e atualização nos últimos anos. “Praticamente foi uma atividade realizada a cada três dias”.

SAÚDE – Também pensado na advocacia, a OAB-MT e a Caixa de Assistência dos Advogados (CAAMT) lançaram em setembro deste ano uma plataforma de telemedicina exclusiva para a advocacia, a ADVMed.

Através dela, todos os advogados e advogadas adimplentes e dependentes poderão se consultar virtualmente, 24h por dia, 7 dias por semana, com 50 médicos generalistas. "O programa ADV MED permitiu que advogados, advogadas e seus dependentes tenham acesso à teleconsultas gratuitamente em um momento de tanta insegurança e incerteza", destacou Leonardo Campos.

PRERROGATIVAS – A defesa das prerrogativas também foi assegurada na gestão que tem Leonardo Campos como presidente e Gisela Cardoso como vice-presidente. “Foram mais de 960 processos autuados, mais de 1.600 notificações expedidas e 25 desagravos públicos aprovados”, lembrou Campos.

SISTEMA DIGITAL  A pandemia da Covid-19 fechou as portas do Fóruns para atendimentos presenciais e audiências e sessões - no caso do segundo grau de jurisdição - foram forçadas a ser online. Sensível ao período, a gestão fez o pedido para que os processos e documentações fossem disponibilizados online.

"O Judiciário deu celeridade à expedição e liberação de alvarás. O TJ-MT ampliou a aplicação do Sistema Malote Digital, garantindo mais celeridade ao cumprimento dos alvarás de soltura em todo o Estado. Também houve a expansão, para o 2° Grau de Jurisdição, do encaminhamento dos alvarás de soltura e mandados de prisão por meio eletrônico aos estabelecimentos criminais", destacou o presidente.

Agora, a defesa é para que - com os números de casos e de óbitos da Covid-19 em queda - haja a abertura total do Judiciário.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias