Terça, 19 de Outubro de 2021
23°

Pancada de chuva

Canarana - MT

Agronegócios Carne em alta

Exportação da carne sobe 90% em MT, mas embargo chinês preocupa

Oito das 31 indústrias frigoríficas ativas no estado são habilitadas pelo rigoroso protocolo do governo chinês para exportarem ao país asiático.

08/10/2021 às 08h27
Por: Portal Noticiário Fonte: Folha Max.com
Compartilhe:
Exportação da carne sobe 90% em MT, mas embargo chinês preocupa

O embargo nas compras de carne mato-grossense pela China não impactou as exportações realizadas em setembro. Dados do Ministério da Economia mostram que o estado comercializou US$ 252,6 milhões com os embarques de carne bovina e derivados no mês, atendendo 50 países. Significa um aumento de 89,5% no faturamento em relação ao mesmo mês de 2020.

Na leitura acumulada dos dados, a análise é similar. De janeiro a setembro deste ano, Mato Grosso exportou US$ 1,43 bilhão com o comércio exterior de carne bovina e derivados – um resultado 17,9% superior ao mesmo período de 2020. "Muitos contratos de exportação já haviam sido firmados antes da suspensão nas compras pelos chineses, e foram cumpridos ao longo do mês. Isso manteve o fluxo positivo nas vendas externas. Entretanto, se o bloqueio se mantiver, os próximos meses poderão registrar queda no volume e, consequentemente, no faturamento", analisa Bruno de Jesus Andrade, Diretor de Operações do Instituto Mato-grossense da Carne (Imac).

A China costuma responder por mais de 60% das exportações estaduais. Em setembro, o país asiático investiu US$ 153,5 milhões na importação de carne bovina e seus derivados mato-grossense, cifra que resulta num incremento de 190% dos valores negociados em setembro do ano passado.

O embargo à carne mato-grossense foi realizado como uma medida de defesa sanitária pelos chineses após a identificação de um caso atípico de Encefalopatia Espongiforme Bovina (EEB) em Nova Canaã do Norte. Tratava-se de uma vaca de descarte e houve confirmação laboratorial de que o caso resultava de uma anomalia genética, e não nutricional.

Além da China, Rússia e Arábia Saudita também optaram pelo embargo.

Oito das 31 indústrias frigoríficas ativas no estado são habilitadas pelo rigoroso protocolo do governo chinês para exportarem ao país asiático. Mato Grosso tem o maior rebanho bovino do Brasil e é o maior produtor de carne bovina no País, sendo também o segundo maior exportador.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias